MINHAS QUERIDAS


Elas me guiaram nos primeiros passos
E conduziram-me em meu caminho
Encontrava conforto quando em seus braços
Encontrava amor e doce carinho.
Cresci ouvindo o canto delas no ar
Em cada canção em cada melodia
O incenso do amor está em amar
Na mais tenra sinfonia.
Tenho certeza de ter sido privilegiado
De ser educado e querido por elas
Quando arteiro era de perto vigiado
Mas sempre tive o amor delas!
Os presentes e a fantasia do Noel
As brincadeiras faceiras que havia
Dos aviões e barquinhos de papel
Cócegas que faziam...  Enquanto gargalhava e sorria!
Até mesmo na adolescência
Sempre proferiam uma palavra de dulçor
Não tenho saudade da infância
Pois de igual modo me tratam com amor!
Creio ser dos homens o mais feliz
Por ter com elas o meu caminho convivido.
Com elas tive tudo o que sempre quis
Desde conselhos até seis ombros amigos.
Então aqui deixo minha homenagem
Como lá no inicio mesmo já disse
Que sou feliz por sair dessa linhagem
As minhas tias: Dórica, Dulce e Dirce!
Que Deus as abençoe por todo sempre
Pelo amor prestado e seu carinho
Ainda que não tenha saído de seus ventres
Mas sou um dos felizardos sobrinhos!
Deixo aqui postado neste Blog
Para que leiam e releiam o meu agradecimento
E que cada sobrinho na terra rogue
 Ao Pai com esse mesmo sentimento...
Amo vocês!
(OSA)
Postar um comentário

Postagens mais visitadas