SOS MUNDO


Olhares assombrados
Aterrorizados pelo ódio
Falcatrua, ameaçados...
Um mar de sangue no pódio.
Gritos ensurdecedores
Chamando a atenção
Avançam os trituradores
Numa onda de destruição.
Horror poema de sangue
Enganados por si próprios
O mar e sua gangue
Atos retorcidos contraditórios!
Fatos chocantes e verdadeiros
Sensacionalismo puro, emoção
Atos bestiais arruaceiros
Momento único de reflexão!
Coração acelerado descoordenado
A plebe ruge e a si mesmo engana
A ilha virou um mundo desfigurado
Pobre oriente falida raça humana!
Ficando o aviso agora para as cidades litorâneas
Veneza, Santos, Maranhão, Havaí e Miame...
 Que o alívio as catástrofes são momentâneas
Mais uma vez a natureza mostra seu desagrado
Nas forças de um Tsunami.
(OSA)
Postar um comentário

Postagens mais visitadas