O PERNILONGO E A PICADINHA




Eu sou o pernilongo
Muito prazer!
Meu sobrenome é mosquitinho
Gosto de beijar a sua nuca
E também o seu rosto,
E jamais diga nunca
Para este bom moço!

Escute com cuidado minha filha
Gosto de suas nádegas
E de sua panturrilha
De seus pés, suas mãos e de suas orelhas!
Olhe pro lado menina
Será só uma picadinha...
Fique tranqüila enquanto canto...
Essa linda musiquinha!
Não vim atormentar
Como reza a cartilha
Quero me alimentar
Do seu corpo minha filha!
Não sou da turma do crepúsculo
Nem se quer eu sou vampiro
Não necessito de músculos
Simplesmente de seu suspiro.

Olhe pro lado menina
Enquanto beijo seu pescoço
Ouça a minha gaitinha
Enquanto sugo sem esforço.
Só apareço à tarde
Ou quando está à noitinha
Jamais coce se não arde
Que é só uma picadinha.

Não vim aqui lhe despertar
Querida ouça a minha serenata
Eu vim aqui lhe namorar
Este momento não lhe fará falta!
Eu chupo seu pescoço suas pernas costas e virilha...
Preste atenção minha amada
Pode sonhar enquanto faço uma carícia
Gosto de dar uma palmada
Com uma pitada de malícia!
Não sou o Zorro, mas deixo a marca aonde chego,
Escute minha filha:
Depois de minha picada
Perceberá que realmente o amor é cego!
Essa é uma caridade
É uma esmolinha
É a felicidade!
Afinal será só uma picadinha...


Escrito por osny.sa às 11h24
Postar um comentário

Postagens mais visitadas