Nada Restou


A angústia chega de repente e me atinge
Uma queimação invadiu meu interior...
Como uma mascara se disfarça... Finge.
E arranca meu coração em tamanha dor.
Sem entender uma palavra do que ouvi...
Senti claramente parar-me no tempo...
Enquanto pensava refletindo a vi,
Lentamente causando-me sofrimento.
O chão sob os meus pés desapareceu...
Foi a única coisa solida em que pisei,
Minha visão num instante escureceu...
Refleti. Saí... E chorei.
Num piscar num abrir e fechar de olhos
Vi todo o meu mundo a se desintegrar
Tudo o que planejei... Todos os meus sonhos...
Foi-se tudo... Minha casa, meu dia-a-dia e meu lar...
Tudo se foi... Nada restou.
(OSA)
Postar um comentário

Postagens mais visitadas