TÁ LIMPO



Às vezes quando as luzes se apagam
Voce olha e me diz e eu lhe digo
E quando as palavras se acabam
A gente sorri e diz: Tá limpo!
Quando aquele cara na TV
Aparece como personagem e explodindo
Eu olho pra voce e digo: tá limpo!
Às vezes quando no carro
Naquela indecisão: Voce dirige ou eu dirijo
No transito parado ou no barro
E morro de rir quando faço uma palhaçada
E voce com um ar indeciso meio escondido
Chego sentar na calçada
Voce balança a cabeça e diz: Tá limpo!
Sou serio; palhaço, entretanto sou bem franco
Se não sou pode apostar que muito não sinto
Se voce gosta assim... Tá branco
Se não gosta...
Eu gosto de lhe ver gostando de mim... E tá limpo!
Quando escuto aquela canção
E voce começa a sorrir comigo sorrindo
“Pra ser Sincero” não sei o que passa em seu coração!
Se voce sabe! Não sabe? Tá limpo!
(OSA)

Postar um comentário

Postagens mais visitadas