ANINHA

Ai que saudade de teclar com você!
Das palavras que falamos... Pouquíssimas!
Mediante ao seu sumiço queria lhe dizer...
Que as que eu recebi de você foram riquíssimas!
Sinto saudade de seu sorriso...
Estampado em cada foto!
Ele me vem como um aviso...
E é por isso que em você eu noto!
Percebo faltar alguém em sua vida
Como falta água e sol a flor!
Mas sua superação é incrivelmente linda!
E nela traz o sorriso do vencedor!
Em teu sobrenome tem a fruta mais gostosa
Que em seu nome vem anexo,
Perdoe-me se acho à laranja “Lima” uma fruta deliciosa
A comparação com o seu nome é só um reflexo!
Mas sabe que pensando bem...
Gostei muito da sua amizade
Nosso diálogo foi bom também...
Por isso a razão dessa saudade!
Ah Aninha minha criança!
Quando me deixou o teu email...
Encheu-me de esperança
E quando olho meu correio
Noto que nenhuma mensagem tua
Ainda não veio!
Então aceite este poema
Em forma de contato
E lhe peço pra não sair de cena
Antes do ultimo ato!
E agora eu termino
Pensando em ler sua resposta
Veja o olhar deste menino
Que pensa sonhar com você
Quando no travesseiro sua cabeça encosta
Postar um comentário

Postagens mais visitadas