A ESSÊNCIA DA ALMA


Estamos incessantemente à procura
De algo que muitas vezes nem sabemos o que é!
Andamos por aí e reclamamos da censura
E muitas vezes corremos o risco de perder a fé.
Procuramos em coisas que nos parecem uteis...
Mas a verdade é que delas não precisamos
E fazemos uma coleção interminável de coisas fúteis
Mas é porque simplesmente nos acostumamos.
Éramos otimistas, mas nos tornamos pessimistas  
Ao longo da jornada nos perdemos no caminho...
Ficamos egoístas miseráveis consumistas!
E tratamos uns aos outros sem nenhum carinho.
O pior é que temos passado isso de pai para filho
Sem darmos conta do real valor da situação...
Perdemos o amor na vida e o seu lindo brilho
E já somos a grande maioria da população.
Perdemos a paciência no transito, em casa e no trabalho...
Com as crianças, e em família não temos calma...
Porque pegamos nessa estrada em algum lugar esse atalho...
E desviamos da busca pelo “eu” em viva alma.
Perdemos a fé, o caminho, a saída...
Perdemos tudo o que realmente nos importa!
Muitos perdem a esperança, o amor e a vida
E tudo que é fútil nos “conforta”.
Muitos dizem encontrar Deus no percurso dessa estrada
Mas desconhecem o seu mais tenro conteúdo...
Estão mais perdidos que os outros nessa empreitada
Eles vivem uma falsa esperança pelo mundo.
Têm que viver a palavra realmente dita
Temos que olhar e vermos pessoas diferentes
Onde aja amor em sua e ao redor da vida
São raros e exclusivos esses emergentes.
Mas ainda existem e por aí tentam implantar
E para eles tiro o meu chapéu e de pé eu bato palma
Por que um dia tentaram disseminar
A verdadeira essência da alma.
(OSA)
1 comentário

Postagens mais visitadas