EMPRESTO MEU PEITO


 O escuro da noite me trouxe
Os ecos de  seu chorar!
E nela o seu olhar tão doce!
Da lágrima oculta no ar...
O vento trouxe teus prantos
E depositou em meus ouvidos
E nem assim perdeu teus encantos
O reprimido choro em gemidos!
Então a sua solidão eu senti
Enquanto em sua cama chorava
Tristeza igual essa eu jamais pressenti
No momento que alguém teu amor enterrava!
Ah minha Flor tão querida
Esqueça de quem muito a magoou
Empresto meu peito minha amiga
E meu cafuné, meu carinho hoje eu te dou!

By Osny 
1 comentário

Postagens mais visitadas