Querida Prima


O tiracolo, de lado!
Segue a moça mais bela
Com ela o namorado
Minha Prima e Cinderela!
Eu não sei o que fará
Quando ela ler esse poema
Velejando pelas ondas do Pará
Causando um dilema!
Teu sorriso tem arte e graça
Tua voz tão linda e dengosa
Recordo-me dela na praça
Ao lado dele sensual e charmosa!
Antes que eu cometa um deslize
Vou improvisar uma rima
E neste momento Denise
Despeço-me querida Prima!
Elogiando-te um pouco mais
Vai ver nos vejamos n’outros amanhãs
Dê um abraço e um beijo em seus pais
E outros nas irmãs!
Postar um comentário

Postagens mais visitadas