Por favor Não Se Apaixone



Quando pisca os seus olhinhos
Enquanto me olha atenta,
É recíproco o carinho
Só que meu coração não agüenta!
Parece uma gatinha siamesa
Quando deixa sobre seu olhar o cabelo
Só lhe falta a coroa de princesa
O príncipe e o poeta já têm lhe falta o castelo!
O que são os homens quando ao teu lado?
Desprovidos de charme beleza e dons,
Feliz o homem que for teu eterno namorado
Pois está em vantagem dos meninos maus e bons.
Ah! Amiga, amiga minha...
Pedi a tempestade e quem a trouxe foi o vento,
Pedi uma princesa, mas trouxeram-me a rainha
Com olhos que refletem o mais lindo sentimento!
Ah! Menina, menina mulher!
Quem é capaz de não se encantar?
Não existe ninguém que diga que não a quer!
Ou pelo menos ao teu lado sentar...
Fico olhando e olhando eu vejo
Apanhar meus poemas como forma de amizade!
Mas só te peço uma coisa, como um desejo...
Que por este poeta não se apaixone de verdade!
 Autor: Osny de Souza Alves
Postar um comentário

Postagens mais visitadas