Hades


Por entre as grades
Vejo o mundo passar
Sinto-me em Hades!
A vida lá fora não para...
Não pode esperar!
Queimei a minha Roma
E gora estou aqui
Sedento de liberdade
Vi meu mundo ruir.
A vida é feito de escolhas
E já é uma se você escolher
Não escolher...
Sinto-me no balde De sabão
Agoniado e preso em bolhas
Entre tantos sins escolhi o não!
Não estudei, não pesquisei
Não dei a mínima aos apelos
Incisivos de meu pai...
A vida se quer desfrutei
E em meus prantos
O que fica é o "ai"!
Olho a janela na vida lá fora...
É a historia terrível de Hades
E se hoje o meu coração chora...
É porque estou do outro lado...  
"Das grades"
A vida não pára!
Corre o tempo...
Ai se o meu castigo fosse vara!
Hoje estaria em outro momento...
Olho o mundo e vejo vida lá fora...
(OSA)

Postar um comentário

Postagens mais visitadas