OLHOS AMENDOADOS


Ah! Menina de olhos amendoados...
Cabelos negros de petróleo
Riqueza almejada por namorados
Mas lhes escapa feito óleo.

Que tira trechos musicais
E nos deixa de certo a refletir,
 Com suas madeixas especiais
Prostrados temos que admitir

Sua inteligência nos impressiona
A todo dia, toda hora e a cada segundo,
Sua beleza tão graciosa nos impulsiona...
E continuamos neste flerte profundo!

É tão sensível, atraente e charmosa...
É gentil, meiga e adorável
Imagino-a com uma gargalhada gostosa!
Doce, sublime e amável.

Ah! Quem me dera
Ter você por musa a todo instante!
Escreveria sobre a beleza sincera
Encheria livros e transbordaria estantes!

Ah! Menina de olhos amendoados...
De cabelos jogados sobre os olhos,
Deixa seus seguidores apaixonados
E a viajarem por mil e um sonhos!

 (OSA)
Postar um comentário

Postagens mais visitadas