SOB OS LENÇÓIS


Acordar com beijo na testa

E os seus pés nos pés dela,

E sob os lençóis fazer festa

Olhar nos olhos e dizer: bela!

Pegar com jeito em sua nuca

Tal qual uma taça de vinho

Só elogios ao vê-la então nua

E oferta-la os meus carinhos!

Dizer o quanto é charmosa

Enquanto a beijo nos pés

Sucumbir a sua arte manhosa

E lhe propor o leme e o convés!

Ascender então o seu pavio

E esperar a explosão de desejos

Dar a ela o comando do navio

Num tempestuoso mar de beijos!

Sentir o seu corpo em meus dedos

E os seus no meu também,

Sermos cumplices de nossos segredos

E elevar a relação mais além!

Sentir os hálitos de sua boca

Que juntos dão mil sabores

Contemplar sua atitude mais louca

Na união de amores e flores!

Exaurido amanhecer ao teu lado

Despertado pelos raios do sol

Em saber que sou o namorado

Sob esse branco lençol!

Então eu mostro a ela

O cantar do passarinho

Que assobia na minha janela

 Em dueto com um cavaquinho!

 Ela acorda e olha pra ele

E quando me olha logo sorri

Deixa-me logo a flor da pele

Acaso não fique sei que morri!

Ela diz ser boa pescadora

Pescou-me com nove anzóis

É tão meiga, linda e sedutora!

E melhor que isso sob os lençóis!
By Osny
Postar um comentário

Postagens mais visitadas