NÃO SE APAIXONE


Eu sei que a minha linha é romântica
Mas há algo que eu preciso lhe falar,
Não me preocupo com a semântica
Porém, sim! Com você se apaixonar...
Eu sei que falo de maneira carinhosa
E que às vezes eu pego bem pesado,
Eu sei que minha escrita é carinhosa
Algo Como: Quer um namorado?
Que talvez seja tarde demais pra eu falar
Tenho culpa de me sentir assim culpado
Uma coisa é você querer me processar
Em poder pensar de eu tê-la lhe usado!
Que culpa eu tenho de ser tão carinhoso
De usar palavras tão bem nesse papel
Pois não sou belo, elegante ou charmoso...
Mas sou quase um anjo, amigo e fiel.
Não queira você na justiça me acionar
Em um lindo júri de casais relacionados
E ao juiz... Como ré, dizer se apaixonar!
E minha culpa é não estar apaixonado...
Pois escrevo poemas há um ano e meio
Nunca prometi a alguém me relacionar,
Jamais mandei carta ou vai ver e-mail...
Sempre pedi pra você não se apaixonar!
Sei que sou o cara certo pra um namoro
Que sei tratar a mulher como ninguém
Que não ligo pra inveja, ciúme ou agouro...
E essa é o marketing melhor que tem!
Essas letras escorrem por minha veia
E tenho uma palavra no lugar do coração
Sei que meu erro foi leva-la a minha teia
Naquela época não fazia ideia ou noção!
Minha menina se adianta alguma coisa
Eu só lhe peço um favor: não me acione!
Se outros não a tratam como uma rosa
Minha culpa é dizer: não se apaixone!
Eu sei que você já viajou pelo mundo
E conheceu também outros caras por aí!
E pensava que já tinha visto de tudo...
Mas percebeu que tal qual eu só há o Osny!
Embora eu saiba que é difícil mesmo assim
Então eu só peço: que não se impressione...
Por favor! Não leia os poemas até o fim
Mas se ler... Outro favor: não se apaixone!
By Osny
1 comentário

Postagens mais visitadas