CIÚME


Dizem que o ciúme
É uma forma de amor
Mas é como um filme
De suspense e terror!
Ele é o júri mais cruel
A sentença mais temida
Faz do fiel um infiel
Das dores a mais sentida!
Aos olhos parece um mel
Delicioso só em olhar
Mas na boca imita o fel
Amargo ao paladar!
Enquanto o amor constrói
Castelos de contos de fada
Embalado o ciúme destrói
Até não sobrar mais nada!
Ele não junta... Divide!
Ele não procria... Mata!
Não dá carinho... Agride!
Ele não ganha... Assalta!
O ciúme é um vírus tipo alérgico
Que passa de um pro outro
Mas o amor é estratégico
Na dor alheia oferece o ombro!
O ciúme é o juiz mais injusto
Faz da vitima um réu
Dá prejuízo onde era custo
Crê que o inferno onde vive é o céu!
Há quem acha que no amor há ciúme
Há quem acha que é vice e versa
Mas só o amor verdadeiro une
Mas se aqui houver ciúme... Reza!
By Osny 

Postar um comentário

Postagens mais visitadas