COOPERIFA


Cansei-me de andar por lugares
Que não me acrescentam nada
Como um barco a cruzar mares
E fica a deriva a beira estrada...
Talvez fosse somente uma utopia
Certamente acreditava que sim!
Então encontrei aqui na periferia
Dentre todos... O mais belo jardim!
Não está em uma mansão
Ou que pertença a um magnata milionário
Eu só não faria uma menção
Acaso não fosse extraordinário!
Então eu dou um... “viva”
E um brinde a Cooperifa
Que a poesia hoje rifa
Neste abençoado Sarau!
E o premio é a poesia!
Que o saber já anuncia
Realidade e fantasia
Nesta quarta feira especial!
Um salve as mentes brilhantes
De Poetas e Poetizas
Com seus versos fascinantes
Que chocam, mas não escandaliza...
Ao ecoarem pelo vento
Completem alguma alma vazia
E se acaso haja sofrimento
Nós a trocaremos por alegria!
Quer seja pelo companheirismo
Ou o calor da companhia
Mas aqui o otimismo
Eu sei que nos contagia!
Pois eu sei que o nosso foco
Aqui vale mais do que a FIFA!
Que cada ser levante seu copo
E demos um brinde a Cooperifa!
Pois noite como esta
Sob os olhos desta bela lua
É onde poetas e homens fazem festa
Aqui na beira da rua!
E por nada disso eu troco
Nem pelo beijo de uma ninfa
Então levante novamente o seu copo
E outro brinde... A Cooperifa!
 Osny Alves 
Postar um comentário

Postagens mais visitadas