O ANO SE INICIA


Hoje começa o batente
E mulher bonita também trabalha,
Há também o incompetente
Que não sabe e atrapalha.
Hoje é quando o ano se inicia
E muita gente sai à labuta,
Onde o preguiçoso já dizia
Trabalho é coisa de filhos da luta!
É onde o branco e o preto
Não tem cor nem distinção,
Ganha mais quem for esperto
E menos quem ceder à tentação!
 É só seguir o preguiçoso
A procura de emprego,
Sai à luta tão forçoso
Há o branco e o negro!
Há também nesse interim:
O mulato e o pardo
O loiro e o moreno,
O leão e o leopardo
E o bicho preguiça que já sabemos.
Mas também tem quem não trabalha
Passa o ano na labuta e suor
Merecidas férias de batalha
É o querido professor!
E seja branco, ou seja, preto...
Aguenta a molecada dia a dia
Seja ágil, ou seja, lento...
É um trabalho que entedia!
Reparem na mídia e na cidade
O que mais que você vê?
Os coitados da publicidade
Cada criação é parida feito um bebê!
Há também o aposentado
Que mesmo ausente ainda trabalha
Mas igual a deputado
É o filho da luta que atrapalha!
Há o bancário e o feirante
Que tem um trabalho escravo
O pedreiro e o comerciante
Muito estresse, o deixa bravos!
 Entretanto, para a dona de casa...
Não pode haver comparação,
Ela é quem mexe a massa
Na bendita construção!
E não há quem tenha dó...
E nem há quem pense nela,
Ela se encontra sempre só...
Seja feia, bonita, ou seja, bela!
Toda mulher eu sei que tinha
Que ter mais amor e atenção,
Essa coisa que do lar ela é rainha
É muito mais enganação!
Pega no batente desde cedo...
E trabalha o ano inteiro!
Mas vou contar-lhes um segredo:
Pior deve ser trabalhar em um ponteiro!
Como trabalham no senado
Em meio a roubos sem distinção,
Ali os leões caçam o bicho preguiça e o veado
Que são os filhos da luta desta nação!
By Osny 
Postar um comentário

Postagens mais visitadas