Tal Qual Linda Boneca

Tal qual uma linda boneca
Eu sempre a vejo passar
Com um jeitinho de moleca
Que está sempre a brincar!
Mas é seria quase perfeita
Tudo muda se brinco com ela
A beleza no seu corpo enfeita
Deixando-a todo dia tão bela!
Lindas mãos e belos pezinhos
Perdido, vislumbro sem perceber
E ao piscar um destes olhinhos
Faz de minha base estremecer!
Faria de você a minha rainha
Um doce anjo vestido de mulher
Ó como queria que fosse minha
Só não é minha, por que não quer!
Sua simpatia é uma obra prima
Arte esta de bons genitores
Teu sorrir nos joga pra cima
Feminilidade essência de flores!
Teu perfume emana o sabor
De uma mulher tão encantadora
Tua face foi pintada com a magia do amor
E divina meiguice de sedutora!
Que seduz-nos com facilidade
De um jeito tenro e especial
Traz-lhe pinceladas da felicidade
Num olhar dengoso, tenro e divinal!
Você é o sonho de reles mortais
Tal qual como quem lhe escreve
E seduziu-me com teus dons especiais
Mas sei que nem mesmo percebe!
Esqueço do tempo ao olhar o seu retrato
E peço ao vento para um recado lhe dar
Ele sai logo feito tormenta de fato...
Mas é como a brisa que ele vai lhe tocar!
E acaricia sua pele de seda macia
 Que me faz inveja só em saber
O que me resta é olhar a fotografia
Que com o tempo vai esmaecer!

By Osny Alves
2 comentários

Postagens mais visitadas