RUGAS QUE O TEMPO MANDA



Conheci uma menina linda
No meu tempo de primário
Encontrei-la na avenida
E vi algo extraordinário!
Aquela beleza que ela tinha
Ficou no tempo e está tão longe
Era ela uma princesinha
E surpreendi como está hoje!
Seios rijos e empinados
E um glúteo bem durinho
De nariz arrebitado
E até no andar passava carinho!
Hoje quando a vi lá na esquina
Ela nem me cumprimentou
Tem até rugas na narina
E a bunda despencou!
Os seios desfaleceram
Com o tempo que chegou
Vi uma criancinha em desespero
Quando nela esbarrou!
Ficou feia pra caramba
E ali toda envergonhada
O tempo passa e não adianta
Andar toda empinada!
Pois um dia a casa cai
E com ela a pele toda
Então só se ouve o ai, ai, ai!
E aquela velha cara de loba!
Então se acaso hoje você for bonita
Lembre-se que o tempo é implacável
Mas não precisa ficar aflita
Ser humilde é ser amável!
Pois o tempo sempre chega
Melhora uns, piora outros...
Para nós a justiça é cega
Mas pra beleza ela dá de ombros!
Então pense bem no que eu digo
Acaso seja você bela...
Pois aqui tem um amigo
Isso não é conto e nem novela!
Pois não se brinca com o tempo
Ele queima mais que fogo
O espelho será seu sofrimento
E em seu reflexo verá um ogro!
By Osny 
Postar um comentário

Postagens mais visitadas