AUTORRETRATO

Eu sou a arte que brilha no horizonte
Que ilumina os olhos de quem me vê

Eu sou a pintura de um bom amante

Sou a tela mágica que substitui a TV!

Do pincel na tela eu sou a tal feitura

Aos poucos construída parte a parte

Teus olhos me constroem na leitura

Que aos poucos se faz em bela arte!

E você me vê ali exposto na parede

E me analisa mão a boca e na cintura

Meus mistérios chegam a dar sede

Refletindo ali em qual bela pintura!

Pessoas caminham pela sala, mudos...

Tal qual a beleza de uma paisagem

Parece verem por ali uns mil mundos

Expostos num famoso vernissage...

E ali ao canto direito deste quadro

Bem abaixo da beleza dos milagres,

Está bem ali um nome já assinado...

Quem assina é Osny de Souza Alves!

By Osny


Postar um comentário

Postagens mais visitadas