PRISIONEIRA


Você era a prisioneira
Trancada em meu coração,
A mais linda guerreira
Que escapou desta prisão!
Usou uma bela chave
Esculpida em meu amor,
Só que ainda não sabe
Que levou um rastreador!
Cada vez que lê minha poesia
Eu sei onde você está
Pois ainda vive na utopia
Que nunca irei te encontrar!
Voltará pra esta prisão
Onde tem toda liberdade
Aqui se planta a paixão
E colhe a felicidade!
Aqui não se vive de ilusão
Muito menos de saudade
É de ouro nosso chão
E o teto diamante de verdade!
Aqui você sempre foi amada
Então não seja tão covarde
Sua cela está arrumada
Por favor, não chegue tarde!
Pois o fogo da paixão surgiu
E teu coração ainda arde
Só não sei por que fugiu
E fez todo aquele alarde!
E está de volta agora
Querendo ser trancada
 Quer que eu jogue a chave fora
E volte novamente a ser amada!
Joguei!
By Osny
Postar um comentário

Postagens mais visitadas