A TELA QUE NOS SEPARA


Hoje a insônia veio me ver
E trouxe você com ela,
Então me pus a escrever
Sobre sua alma tão bela!
Mesmo sobre a distância
E a tela que nos separa,
As ondas da alternância
De uma amizade sincera!
Que de certo modo envolve
Como tratamos um ao outro
Minha sensibilidade a comove
E às vezes lhe dou um ombro!
E você recorre a minha poesia
Para ver se e desabafar,
E no âmbito de sua vida vazia
Você pode sorrir ou chorar!
Sente o calor das palavras
Mais uma vez lhe abraçar
Mesmo ha anos luz de estradas
Com esse amigo você vem encontrar!
E o que tenho passo nestas páginas
E você se encontra nestas linhas
E por detrás de tuas lágrimas
Culpa o encanto das poesias!
Mas aceito de bom grado
O veredicto desse juiz
Já que eu sou obrigado
Fazer com que viva assim feliz!
By Osny
1 comentário

Postagens mais visitadas