O Leitor & Eu


Quantas vezes o leitor
Troca de lugar comigo,
Faço o que ele quer compor
De um jeito tão ambíguo.
Como se lesse a mente dele
E eu falasse o que ele sente,
Quando está a flor da pele
Ou zen tão simplesmente!
Comigo ele se identifica
Chora, lamenta e sorri
E ao amor ele se dedica!
Da mesma forma que sofri
Ele é cheio de amores
Quando lê o que escrevo
E se mostra cheio de dores
Faz isso sem que percebo!
O leitor é uma figura
Tal qual o que escreve
Ele deixa uma assinatura
Na poesia que nele percebe!
Ali deixa uma marca sua
Diz: esta sim... Saiu de mim!
Também toma banho de lua
E se veste de inspiração até o fim!
Quantas vezes esse leitor
Comigo trocou de lugar,
E leu o seu mesmo amor
Aquele que eu creio passar!

Osny Alves
Postar um comentário

Postagens mais visitadas