Soldado do Amor

Acordei após sonhar que tinha morrido
Tristeza e alegria se misturaram a minha dor
O dia estava triste, mas o lugar Flórido
A garoa que caia se despedia do autor. 
O sol meio acanhado veio dar o seu adeus,
E a brisa em revolta se mostrou em tempestade
Enegreceu-se então o dia e com ele até os céus
Mas tudo se acalmou quando chegou a piedade...
O sol voltou a brilhar de um jeito divino
E a brisa nos trouxe pétalas de flor
O céu azul veio se despedir daquele menino
Que em muitos anos lhe ajudou a compor.
Nunca houve despedida mais triste
Porém linda por se tratar de tanta cor
Até o Arco-íris do jeito dele nos disse
Que na batalha da vida caiu mais um

Soldado do amor. 
Osny Alves
Postar um comentário

Postagens mais visitadas