ANDREIA

Olhar ao longe perdido
enquanto deitada na praia...
pedaços de pano vestido
que meu olhar nem de perto desmaia!
...
Vi uma borboleta pousar em teu ombro esquerdo
temperando a Flor de Lis para à abelha levar...
e você ali parada, sublime, tranquila e sem medo
mas não a vi levantar voo e voar!
Deitada por horas a ser regada de sol
e ao caule da perna pousar um beija-flor...
deixada ali sozinha até o arrebol
sem carinho potável do jardineiro do amor!
Desfilando oh Lis à beira da agua salgada
plantada na areia da lagoa azul!
sonhando um dia ser arrancada
e colocada junto ao cruzeiro o sul!
Uma estrela nasce em tua saia pequena
que mostra a imensidão de teu campo floral,
vislumbro tua face tranquila e serena
como a linda sereia que canta sobre o coral!
Teu olhar penetrante invade o meu ser
teu sorriso pra cam e teu olhar de lado,
a vejo e revejo em todo amanhecer
franja no olho e cabelo jogado!
blusa decotada e colo a mostra
fica exposta boa parte do seio,
Você é uma pérola na janela da ostra
Andreia você é o poema mais lindo que leio!
By Osny
1 comentário

Postagens mais visitadas